O Tártaro e a Placa Bacteriana

Antes demais deve-se distinguir o Tártaro de Placa Bacteriana, pois há quem ache que os dois são a mesma coisa.

A Placa Bacteriana é uma camada incolor e pegajosa de bactérias que se forma nos dentes à margem da gengiva.

Já o Tártaro é a placa bacteriana calcificada ou endurecida de cor amarelada ou acastanhada que se liga ao esmalte do dente e geralmente abaixo da margem gengival, apesar de que se pode também formar sob a gengiva e irritar os tecidos gengivais.

Quais as consequências?

As bactérias, à medida que se vão acumulando acabam por criar problemas como o mau hálito, manchas nos dentes, cáries e gengivite.

O próprio tártaro, por ser poroso absorve as manchas com mais facilidade, sendo então especialmente necessário para as pessoas que fumam, que tomam chá ou café, uma forte prevenção.

Como evitar o Tártaro?

Através da higiene oral, da escovagem e do uso do fio dental, com frequência diária,  após cada refeição. A finalidade é remover a placa bacteriana e evitar assim que endureça.

Se esse processo for feito com a ajuda de um creme anti-tártaro bem melhor.

Como retirar o Tártaro?

Só o dentista pode retirar o tártaro dos dentes com a ajuda de instrumentos próprios.